Dayana-Andrade

Dayana Andrade

JOURNALIST, VIDEO EDITOR

Quem é Dayana Andrade?

Qual é minha motivação para fazer o LIFE IN SYNTROPY?

Considero que, desde o começo, eu tive um acesso muito privilegiado ao mundo da agricultura sintrópica. Aprender da fonte primária, poder conviver com os pioneiros dessa arte e com quem realmente vive do que fala, fez com que o conceito de coerência atingisse um outro patamar para mim. Como comunicadora, a inquietação era iminente: ali estava uma história que precisa ser contada. Essa certeza me guiou desde os tempos do Agenda Gotsch e, agora, o Life in Syntropy vem como uma evolução natural e inevitável desse trajeto que já tem 9 anos. O que me motiva hoje é a certeza de que realizar esse trabalho de comunicar, divulgar e compartilhar esse conhecimento é quase como uma obrigação, uma responsabilidade que me foi conferida e eu sou muito agradecida por isso.

….
Quais são as três principais pontos fortes que eu trago para este projeto?

 

  • Comunicação: não só é minha área de formação, mas também o que me fascina desde sempre. Encontrar a melhor forma de contar uma história, organizar e conectar ideias, atingir a razão e a emoção é, para mim, um exercício de poesia, um momento de comunhão alegre com a condição de ser humano.

 

  • Agricultura: busco especialização no tema dentro de fora da academia e, principalmente, no diálogo entre esses mundos. O envolvimento profundo com agricultura sintrópica me proporcionou um trânsito entre áreas como as ciências ambientais e da conservação, a sociologia, a história, a culinária… enfim… a transdisciplinariedade inerente à agricultura.

 

  • Vida pessoal: todo conhecimento provoca mudanças irreversíveis naquela que o adquire e me parece que com agricultura isso é ainda mais grave. São tantas as possibilidades de brincar, observar e experimentar que, quando você se dá conta, seu hobby, seu lazer e seu entretenimento também envolvem plantar sua comida, criar animais, cuidar do seu jardim. Então, a terceira habilidade que trago é a de estar a maior parte do meu dia pensando e vivenciando o tema que quero dividir com todo mundo.

….

Também sou conhecida por:

Levada pela abundância de nossa pequena produção, comecei a pesquisar modos de preservar alimentos e fiquei simplesmente fascinada pelo universo da fermentação. Intrigada pela ideia de que somos responsáveis em todos os sentidos pelos animais que domesticamos e com os quais co-evoluimos, estou atualmente me transformando na “louca das galinhas”.

….

COMPARTILHAR

Other Member

Felipe-Pasini

Felipe Pasini

Jornalista Cinematorgráfico, Mestre em Ciências Ambientais e Conservação
20170323_062813

Bruno Damas

Web Developer/Project Manager
Profilbild_xing

Ursula Arztmann

Engenheira Ambiental, Ilustradora